Implantes CAD/CAM

O sistema CAD/CAM trouxe um avanço sem igual para a prótese fixa. A sigla CAD-CAM significa: Computer Aided Design/Computer Aided Manufacturing.

Para entender como esse processo é feito, basta pensar em como fazemos um desenho no computador e depois mandamos imprimir.

O sistema possui um scanner de alta precisão que transfere a imagem do modelo para o computador. Essa imagem virtual em 3D é trabalhada por um técnico capacitado que faz a construção de uma infraestrutura digital.

A espessura da peça pode ser perfeitamente ajustada, permitindo uma adaptação exata no dente do paciente.

Esse desenho é feito em um programa de computador exclusivo para esse fim, e o próprio software faz o aumento necessário de espessura na peça para permitir que, mesmo após a contração pós-sinterização da cerâmica, a peça se encaixe perfeitamente no preparo.

A partir de um comando, o técnico manda a peça para impressão. A impressora em questão é uma unidade fresadora. O papel dessa impressora são os blocos de zircónio e metal (Titânio ou Cromo-cobalto). Na unidade fresadora existem braços articulados com brocas específicas na sua extremidade que imprimem a peça desenhada no computador. Todo o processo de fresagem é controlado pelo computador (temperatura e pressão). Após terminada a peça de zircónio é sinterizada no laboratório em fornos específicos com controlo digital da temperatura e tempo. A peça de metal sai pronta a adaptar e aplicar a cerâmica.